12 de janeiro de 2011

Deus Fanes


Na mitologia grega
Fanes (em grego antigo Φανης Phanês, ‘luz’) é um deus nascido do ovo cósmico que dividiu Cronos e Ananké, e a divindade primogênita da procriação e da geração de uma nova vida. Muitas vezes é equiparado ao anterior Eros, que possuia a mesma função na Teogonia de Hesíodo. Era também chamado de Ericapeo, Metis e Protogono.

Fanes era o governante dos deuses e deu o cetro de seu reinado para Nix, sua única filha (segundo a tradição órfica), que por sua vez o deu a seu filho Urano. O cetro foi levado à força pelo filho de Urano, Cronos, que o perdeu para Zeus, o governante final do universo. Dizem que Zeus devorou Fanes para apoderar-se de seu poder primordial sobre toda a criação e reparti-lo entre uma nova geração divina: os olímpicos.
 

Na História:
Quando Cronos - o antigo deus dos deuses, que governa o tempo, engoliu seus filhos para que nenhum destes viesse a ocupar seu lugar, de acordo com uma antiga profecia, Fanes interveio e preparou uma poção que o fez vomitar Posídon e Hades com vida para que pudessem quando crescer governar respectivamente: céu, mares e inferno.

Nenhum comentário

Postar um comentário