7 de julho de 2016

História da Família Bordignon!

História da Família Bordignon!


A Família Bordignon parece ter vindo da Itália mais precisamente de Veneto, os Vênetos tinham mais preocupações com criações, construções e comércio,   Homero os chama em Ilíada como "Henetoi" descendentes diretos dos Troianos.












Onde se situa Comuna de Romano d'Ezzelino, e um pouco ao sul do povoado de Fellette existiu um grupo de casas com a designação geográfica de "Bortignoni" onde a séculos vem sendo habitado pela nossa Família onde nasceu também Zuanne Burtignon 1574 e com ele nossa Família obviamente.

A Família é mais antiga do que parece, no entanto alguns ramos da família trabalharam como camponeses e a vida não era muito fácil, e talvez outros que aderiram ao mesmo nome agora conhecido como "Bordignon" tomaram outros rumos.

O significado do nome Bordignon é só voltar a sua forma primitiva que era "Burtignon" usado entre 1500 e 1600 depois foi aprimorado para Bortignon em meados de 1600 apenas em torno de 1800 o nome foi aprimorado para "Bordignon" e "Bordegnon" e o nome "Bordinhão" veio apenas no final de século XIX. Vamos ver por ordem os nomes que existem ou existiram: Burtignon, Bortignon, Bordignon, Bordegnon, Bordinhão.

O nome Burtignon "Burt" tem raiz germanica mas seu significado não foi encontrado apenas "Burg" que significa (castelo, burgo, cidadela, ou vila). Provavelmente eles possuíam uma grande importância em meio a sociedade, ou eram burgueses.

O nome Bordignon pode também ter vindo das tribos dos bárbaros.... Sabemos de onde originou o nome Bordignon, mas de onde foi originado o nome Burtignon? Um dos povos que habitou a Dinamarca no primeiro século da Era Cristã, povo que se chamava Bornhõlm que antigamente se chamava Burgundarholm que era terra dos Borguinhões ou Borgúndios.



Brasão da Família:





O Escudo da Familia possui esse castelo no meio que simboliza nobreza da Família.

O vermelho ao fundo talvez represente as guerras ou voracidade.

O verde a baixo da torre representa as terras da família provavelmente.















Estão vendo o Elmo ele está virado para a esquerda isso simboliza honra.

O amarelo que tem no elmo representa o ouro, riqueza, nobreza, fé, além de simbolizar a alegria, o sucesso, longevidade.

A pedra preciosa que está logo a baixo do elmo representa defender o bem e a honra, e para lutar até a morte por seu país.

A viseira do Elmo aberta simboliza a glória.

27 comentários

  1. Respostas
    1. Sim Paulo, existe sim, eu possou um exemplar de uma das edições, ao todo existem 3 volumes, o meu exemplar é da edição de 1998 (2 volume), a ultima edição foi publicada em 2015(3 volume), não sei se tem para venda.

      Excluir
    2. Seria interessante formatar em pdf o livro,devido sua dificuldade em achar.

      Excluir
  2. mto bom... minha ascendência pelo lado de minha avó paterna é bortignon... mas apresenta .... veneto... italia... giustina bortgnon que casou com domenico giovanni bonato... consegui até o registro de casamento dos 2... salvo não falhe minha memória... na historia... a familia bortgnon era uma familia real na austria.. bem proximo a veneto...

    ResponderExcluir
  3. Acredito que meu sobrenome venha dessa família então.

    ResponderExcluir
  4. Eu tenho o livro, minha mãe é Bordignon.

    ResponderExcluir
  5. Ótimo trabalho. Minha avó materna veio da Itália com 2 anos. De sobrenome Bordignon.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou neta de Maria Edna bordignon
      Á família dela também veio da Itália e desembarcaram no Rio Grande do Sul
      Fato é que estamos tentando localizar a famila dela pra entender o que aconteceu ...
      Descobrimos recentemente que ela usava o nome da irmã
      E seu verdadeiro nome nos parece que era Maria nina bordignon ou sabina bordignon não sabemos ao certo
      Sabemos que fugiu com meu vo
      Mas não sabemos o porque
      E era um tabu perguntar
      Não podia se falar nisto
      Nos parece que ela tinha um irmão chamado angelo bordignon
      Nos gostaríamos muito de encontrar a família dela e entender está história

      Excluir
  6. Minha bisavó também. Albina Bordignon.

    ResponderExcluir
  7. Tenho a primeira e tambem a segunda edicao. Preciso encontrar a terceira. Essa de 2015.

    ResponderExcluir
  8. muito interessante , gostaria de saber mais

    ResponderExcluir
  9. Bom dia Rodrigo, está sendo feita ainda a atualização do livre com nome dos descentes??? Se positivo, sabe como faço para adquirir e atualizar?

    ResponderExcluir
  10. CELSO LUIZ BORDIGNON15 de agosto de 2018 15:41

    Possuo as duas primeiras edições do livro da família. A edição de 2015, eu não tinha conhecimento. Igualmente aos demais parentes, também gostaria de adquirir a edição de 2015.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá celsi Luiz bordBordi sou Rui Martins Junior neto de Reinaldo Bordignon e Lídia Bordignon tenho uma página no Facebook descendentes da família Bordignon e gostaria de saber se é possível você compartilhar estes volumes com os outros descendentes da família meu e-mail e ruimartinsjunior@gmail.com qualquer coisa entra em contato blz e prazer.

      Excluir
    3. Olá Rui Martins Júnior...sou bisneta da Lídia e do Reinaldo Bordignon. Que mundo pequeno!

      Excluir
  11. Muito bacana descobrir nossas raízes, sou bordinhao, gostaria de saber mais sobre!!!

    ResponderExcluir
  12. Vinicius Bordinhão10 de novembro de 2018 11:21

    Meu avô é Bordinhão por um erro de registro. Era para ser Bordignon.

    ResponderExcluir
  13. Galera, temos um grupo da família no whatsapp... https://chat.whatsapp.com/ELsS04TsUqPBofDCujKru0

    ResponderExcluir
  14. Boa noite família Bordignon!!! Sou Do Espírito Santo Brasil .Minha tataravô era Maria bordignon. Estou Procura dos documentos no Espírito Santo, não ser encontrar nada no Espírito Santo, pela minha pesquisa chegaram no Rio de Janeiro e logo depois foram para Minas Gerais.....Preciso Muito achar esse dado.meu email juniosedina@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde. Minha nona era Borgignon, meus bisavós vieram de Veneto. Sou do Ramo H da árvore genealógica. Já estou no livro juntamente com meus filhos. Seria bem interessante dar prosseguimento livro, quem sabe a família do Sr que escreveu tivesse interesse. Assim daríamos continuidade com as descendência.

    ResponderExcluir
  16. Eu sou bordinhon meu pai contava que avô veio da Itália durante a guerra e se instalou no Sul de Minas Gerais e acredito que os bordignons bordinhon e bordimhao são da mesma descendência

    ResponderExcluir